Palestrantes

gambarini peq

Adriano Gambarini

“Fotógrafo por acaso”
Durante duas décadas “Gamba” viajou bastante. E sempre, ao voltar para casa, organizava um ‘slideshow’ de suas imagens aos amigos. Até que, “por acaso”, virou fotógrafo em 1992. Desde então, suas fotos já ilustraram reportagens em grandes revistas Brasil afora, e outras fora do Brasil. Gambarini diz que sua missão é dividir com as pessoas tudo o que já viu e sentiu por aí porque só assim o que aprendeu se torna de fato real. Não à toa, é autor de nove livros. Só tem um detalhe: ele nunca fez um curso de fotografia na vida.

Beth Cheirosinha

Beth Cheirosinha

Beth é erveira na maior feira livre da América Latina, o Ver-o-Peso. Descendente de indígenas e ex-escravos, nasceu em Belém, no bairro do Guamá, onde vive até hoje. É neta e filha de erveiras, de quem herdou o conhecimento tradicional sobre as plantas da floresta, hoje repassado à filha. São 45 anos de profissão e muitas palestras Brasil afora. Já foi convidada para sair do Pará, mas recusou o convite. Preferiu continuar recebendo pessoas em sua barraca no Ver-o-Peso.
beto verissimo

Beto Veríssimo

“Quando o jeito diferente de viver atinge uma região inteira”
Beto estudou na Penn State University, foi o vencedor do prêmio Skoll 2010 e é um dos fundadores do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), onde é pesquisador sênior. Ele vai falar sobre a Amazônia de 2020 e garante ser bem realista em suas afirmações otimistas. Desmatamento zero é possível, assim como aumento de produtividade com economia competitiva e floresta em pé. A transformação já pode ter começado e a cidade Paragominas, no Pará, é exemplo disso.

Foto_Bruna

Bruna Cibely e o Boi Orube

“A alma da dança e do ritmo paraense”
A dançarina Bruna Cibely e o grupo Boi Orube – composto por jovens percussionistas – apresentarão ao público do TEDxVer-o-Peso a riqueza dos ritmos do Pará: carimbó, samba de cacete, marujada, boi, xote de Bragança, entre outros.  Eles são parte do Instituto Arraial do Pavulagem, que atua no resgate da cultura popular paraense e oferece oficinas gratuitas três vezes por ano para a população de Belém.

cantora1peq2

Daniella Alcarpe

“A boa surpresa da MPB”
Cantora desde sempre, Daniella Alcarpe tem se apresentado em diversas casas de espetáculo, bares, espaços culturais e teatros de São Paulo. Depois de uma temporada na Europa, voltou ao Brasil mais disposta do que nunca a divulgar a música popular brasileira no que ela tem de melhor. Daniella interpreta canções de compositores pouco conhecidos da grande mídia, é atriz e vai se apresentar ao lado do marido – ele no violão, ela na canção e com uma das vozes mais doces da MPB atual.

eduardo goes neves peq

Eduardo Góes Neves

“A Amazônia de 14 mil anos atrás e essa nossa vida moderna”
Eduardo Góes Neves se formou em história pela Universidade de São Paulo (USP), é doutor em arqueologia pela Universidade de Indiana, professor da USP e presidente da Sociedade de Arqueologia Brasileira. Suas andanças pela Amazônia em busca de restos de ossos, cerâmicas e terra preta já lhe renderam picada de cobra venenosa e fazem dele um dos maiores especialistas do mundo em arqueologia amazônica.

fabio3.2

Fabio Novo

“Respiração é conexão”
Fabio Novo foi executivo de marketing por 15 anos. Um dia decidiu mudar de vez o seu jeito de viver e hoje é terapeuta, coach, meditador e sintetizador de processos de desenvolvimento humano. Trabalha em diversos projetos com foco na transformação da consciência individual e coletiva, como TEDx e o HUB Escola. É autor do ebook 108 Perguntas para Responder antes de Procurar um Coach. Vive na Vila Madalena, em São Paulo.

felicio2

Felício Pontes Jr.

“Na luta pela minoria da grande Amazônia”
Procurador da República do Ministério Público Federal do Pará, une profissionalismo e comprometimento pelos direitos dos povos da Amazônia. Acompanhou a vida e a morte de Dorothy Stang, atua em prol dos atingidos por Belo Monte – e por isso sofre perseguições políticas. Abraça a causa das minorias com boas doses de sensibilidade e inteligência – até mesmo porque já viveu isso na pele, durante a infância no interior. No Fórum Social Mundial em Belém, foi visto no chão em inúmeras palestras. Em se tratando dele, isso é mesmo bem normal.

Foto JF-1

Juan Fernando Reyes

“Um bosque administrado por crianças”
Boliviano, Juan Fernando Reyes defende que os princípios de respeito à natureza e aos seres humanos se desenvolvem na infância. Por isso, promove uma metodologia inovadora de educação integral: El Bosque de los Niños. Em uma área protegida, são os pequenos que tomam as decisões sobre a floresta. Nesse processo, acredita, eles aprendem valores para a vida toda. Não à toa, o projeto já chegou a alguns países da América do Sul.

leo peq

Leonardo Sakamoto

“Sim, nós temos escravos. E lucramos com eles”
Jornalista e doutor em Ciência Política, já cobriu conflitos armados e desrespeito aos direitos humanos no Timor Leste, Angola, Paquistão e Brasil. O que viu e sentiu o levaram à fundação da ONG Repórter Brasil. É membro da Comissão Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo e colunista do portal Uol. Sakamoto vai falar sobre a dura realidade de quem acredita na ilusão de uma vida melhor para acabar preso, isolado, explorado e abandonado em algum confim do Brasil – sob a ganância, a tortura física e psicológica alheias.

MUNDANO_TED_1

Mundano

“Arte como instrumento de revolução social”
Para o grafiteiro Mundano, arte tem a ver com atitude. Há sete anos ele vem colorindo os muros cinzas das grandes cidades ao redor do mundo. O grafite que espalha por aí – inclusive em carrinhos de catadores de material reciclado – traz personagens e frases de efeito que despertam reflexões, influenciam pessoas e alteram hábitos em manifestações silenciosas e eficientes. No TEDxVer-o-Peso, ele vai mostrar como a arte é poderosa para melhorar o mundo em que vivemos. Como ele mesmo diz, um belo meio de “revolução social”.

@markun na #cpbr4

Pedro Markun

“Novas maneiras de fazer política na rede”
Pedro Markun vem discutindo uma nova forma de fazer política, que torna possível influenciar uma cidade de maneira aberta e sem usar terno e gravata. Sócio-diretor da Esfera e membro fundador da Transparência Hacker, é ativista pelos dados abertos e pela liberdade na rede. Criou o clone do Blog do Planalto e o Jogo da Vida do Processo Legislativo. Trabalha na Casa de Cultura Digital com cerca de 60 pessoas que acreditam que a internet e as ferramentas digitais são instrumentos de empoderamento e autonomia do cidadão.

robertacarvalho32

Roberta Carvalho

“Transformando olhares pela arte, tecnologia e natureza”
Roberta é artista visual, designer e produtora independente. Premiada diversas vezes, suas pesquisas e experimentações artísticas a levaram para um caminho de interação entre tecnologia, gente e meio ambiente. Atualmente viaja pelo Brasil com o Projeto #Symbiosis, onde capta e projeta diversos olhares sobre aquilo que o homem entende por natureza.

 

 

foto maiorvalnete

Valnete Macedo

“Pesquisando e inventando comidinhas saudáveis”
Consultora Empresarial com formação em Engenharia Civil, Valnete sempre gostou de cozinhar para os amigos. Já teve uma lanchonete com uma proposta de refeição saudável, mas achava que seu destino não era “atrás do fogão”. Seguiu outros caminhos e hoje, novamente, encontrou na cozinha um talento e uma maneira de trabalhar com prazer. Valnete explora a culinária com empreendedorismo e amor, inventando um jeito saudável de viver.

Apresentadora

Adriana Ramos

Adriana de Carvalho Barbosa Ramos, funcionária do Instituto Socioambiental.

Mestre de Cerimônias do TEDxVer-o-Peso

Jornalista, a carioca Adriana Ramos adotou o cerrado brasiliense como seu habitat. E faz ali enorme diferença em todos os campos em que transita. Eterna aprendiz sobre as questões socioambientais, tem um olhar amplo sobre tudo o que se relaciona com Amazônia, sustentabilidade, sociedade e mudanças climáticas. Adriana tem o espírito TEDx e acredita que um mundo melhor requer ética e renovação. Ela será a apresentadora do TEDxVer-o-Peso.